Programa Ouvir e Acolher: Uma Jornada de Bem-Estar e Inclusão

Uma iniciativa inovadora que fortalece o ambiente educacional e garante o desenvolvimento integral dos alunos.

Logo Oficial do Programa Ouvir e Acolher

O Programa Ouvir e Acolher marca um passo crucial na construção de um ensino público de qualidade, inclusivo e equitativo. Através da atuação de psicólogos e assistentes sociais nas unidades escolares, o programa visa promover o bem-estar psicossocial de toda a comunidade escolar, desde alunos e professores até pais e familiares.

É uma proposta de assistência e atenção psicossocial nas unidades escolares do Estado de Goiás. O programa também cumpre a solicitação da Lei 13.395/2019 que determina que toda a rede pública de educação básica no país deve contar, agora, com a presença de psicólogas, psicólogos e assistentes sociais em suas equipes multiprofissionais – uma importante ferramenta para a consolidação de um ensino público inclusivo, de qualidade e garantidor de direitos.

Alinhado à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o Programa Ouvir e Acolher se destaca por:

  • Atuar de forma preventiva: A equipe técnica, composta por psicólogos e assistentes sociais, realiza ações que visam prevenir problemas e promover a saúde mental de toda a comunidade escolar.
  • Oferecer um atendimento integral: O programa abrange diversas áreas de atuação, como desenvolvimento de habilidades socioemocionais, mediação de conflitos, orientação familiar e articulação com redes de apoio.
  • Promover a inclusão: O programa busca garantir que todos os alunos, independente de suas origens ou necessidades, tenham acesso a um ambiente educacional acolhedor e seguro.
  • Fortalecer a comunidade escolar: O programa incentiva a participação da comunidade na vida escolar, criando uma rede de apoio mútuo.

As Funções e Atividades dos Psicólogos Escolares no Programa Ouvir e Acolher

Logo Psicólogo Ouvir e Acolher

No Programa Ouvir e Acolher, os psicólogos escolares desempenham um papel vital como mediadores e interventores, colaborando para um ambiente escolar mais saudável e inclusivo. A atuação dos psicólogos é organizada em várias frentes, cada uma com funções específicas que visam atender as necessidades administrativas, docentes, discentes e da comunidade escolar.

Nível Administrativo: A Escola como Administração

  • Apoio ao Projeto Político-Pedagógico: Os psicólogos trabalham em estreita colaboração com a equipe pedagógica para definir concepções político-pedagógicas e participar de processos decisórios, além de elaborar projetos junto com toda a equipe escolar.
  • Diagnóstico Institucional: Realizam avaliações para identificar particularidades de funcionamento de cada escola, planejando e implementando ações que melhorem e otimizem os trabalhos pedagógicos e sociais.
  • Desenvolvimento Profissional: Propõem ações para o desenvolvimento profissional de professores e administração, contribuindo para a melhoria contínua do ambiente escolar.
  • Qualidade de Vida no Trabalho: Oferecem apoio a iniciativas que visam melhorar a qualidade de vida dos professores e funcionários, promovendo um ambiente de trabalho saudável.

Corpo Docente: Apoio aos Professores

  • Definição de Objetivos Educacionais: Auxiliam na definição de objetivos educacionais, conteúdos, métodos e materiais didáticos.
  • Teorias e Práticas Pedagógicas: Apoiando a articulação entre teorias de aprendizagem e práticas pedagógicas, os psicólogos fornecem suporte prático para reforçar a autonomia do professor.
  • Desenvolvimento Profissional: Promovem e/ou coordenam atividades de desenvolvimento profissional, como treinamentos especializados, pesquisas e grupos de troca de experiência.
  • Orientação e Intervenção: Oferecem orientação e acompanhamento para dificuldades individuais ou de grupo, tanto acadêmicas quanto comportamentais, além de intervenções para casos especiais de inclusão.
  • Qualidade de Vida no Trabalho: Trabalham no apoio a iniciativas de qualidade de vida, abordando relações interpessoais, motivação, prevenção de stress e Burnout.

Corpo Discente: Apoio aos Alunos

  • Projetos de Identidade Pessoal: Desenvolvem e acompanham projetos que apoiam a construção da identidade pessoal dos alunos, incluindo autoestima, socialização, disciplina e organização.
  • Discussão de Casos: Coordenam ou participam de reuniões para discutir casos de alunos que estão em acompanhamento profissional externo.
  • Planos de Intervenção: Junto com a equipe pedagógica, elaboram planos de intervenção para alunos em risco, supervisionando e acompanhando esses planos.
  • Prevenção ao Uso de Drogas e Violência: Desenvolvem e acompanham projetos de prevenção ao uso de drogas e à violência.
  • Atendimento de Emergências Psicológicas: Prestam atendimento em emergências psicológicas, realizando encaminhamentos quando necessário.

Comunidade: Pais e Vizinhos da Escola

  • Orientações a Pais e Familiares: Oferecem orientações através de palestras e atividades de educação e prevenção sobre temas como rendimento acadêmico, desenvolvimento biopsicossocial, e prevenção ao abuso de substâncias químicas.
  • Fortalecimento do Elo Família-Escola: Participam de atividades que fortalecem o vínculo entre a escola e a família, promovendo uma maior participação dos pais na vida escolar dos filhos.
  • Desenvolvimento de Habilidades Sociais: Criam programas que promovem o desenvolvimento de habilidades sociais significativas e apoiam atividades que estimulam a criatividade e os potenciais individuais e coletivos.
  • Esclarecimento para a Comunidade: Esclarecem para a comunidade o papel da escola, suas possibilidades e limites, promovendo uma compreensão mútua e colaboração.

O trabalho dos psicólogos escolares no Programa Ouvir e Acolher é multifacetado, abrangendo desde a administração escolar até o apoio direto aos alunos e à comunidade. Sua atuação é essencial para criar um ambiente educacional inclusivo, saudável e propício ao desenvolvimento integral de todos os envolvidos.

A Importância dos Assistentes Sociais no Programa Ouvir e Acolher

Logo Assistente Social Ouvir Acolher

O Programa Ouvir e Acolher, implementado no Estado de Goiás, destaca-se pela inclusão de assistentes sociais na Política Pública de Educação, com o objetivo de aprimorar o ambiente educacional e promover o bem-estar de toda a comunidade escolar. Esses profissionais desempenham um papel crucial na criação de um ambiente escolar inclusivo e equitativo, contribuindo significativamente para o desenvolvimento social e emocional dos alunos, professores e familiares.

Os assistentes sociais atuam em diversas frentes dentro das escolas, focando em políticas, projetos e programas que promovem uma cultura escolar acolhedora e colaborativa. Entre suas principais funções, destacam-se:

  • Suporte Psicossocial: Oferecem apoio psicossocial aos alunos e orientações às famílias para acesso a recursos e serviços. Trabalham junto aos professores e à equipe escolar para identificar e abordar fatores sociais e familiares que possam causar problemas de comportamento e aprendizado.
  • Promoção da Justiça Social: Proponem atividades e práticas que promovam a justiça social e a igualdade de oportunidades dentro da comunidade escolar, colaborando para um ambiente de aprendizado mais democrático e inclusivo.

Pesquisa e Intervenção

Na prática, os assistentes sociais realizam pesquisas para identificar o perfil da população escolar, o que lhes permite atuar contra a evasão de alunos e fortalecer a gestão democrática e a integração das famílias no contexto educacional. Entre suas atividades específicas, incluem-se:

  • Ligações Intersetoriais: Estabelecem conexões entre estudantes, familiares e outros equipamentos sociais de garantia de direitos do estado. Dependendo das necessidades identificadas na escola, encaminham os casos para a Unidade Básica de Saúde (UBS) e programas de assistência, como o Bolsa Família.
  • Diagnóstico e Planejamento: Identificam alunos em situação de risco e desenvolvem estratégias de apoio, tanto individual quanto em grupo, para garantir sua permanência na escola.

Principais Atribuições dos Assistentes Sociais

Os assistentes sociais do Programa Ouvir e Acolher desempenham diversas funções específicas, que incluem:

  • Apoio Social:
    • Fornecimento de suporte a alunos e famílias em vulnerabilidade social ou familiar.
    • Promoção de uma rede de apoio entre a escola e a comunidade, beneficiando todos os envolvidos.
    • Organização de eventos e atividades que fortalecem os laços entre escola, pais e comunidade.
    • Desenvolvimento de estratégias para garantir a inclusão social de alunos em risco.
  • Mediação e Resolução de Conflitos:
    • Atuam como mediadores em conflitos entre alunos, famílias e equipe escolar, promovendo a resolução pacífica de problemas.
  • Articulação com Redes de Apoio:
    • Estabelecem parcerias com redes de apoio, como organizações sociais e governamentais, para fortalecer o suporte aos alunos e suas famílias.
  • Desenvolvimento e Implementação de Políticas:
    • Participam na elaboração e execução de políticas que promovam a equidade e a inclusão dentro da escola, prevenindo a evasão escolar e promovendo a igualdade de oportunidades.
  • Monitoramento e Avaliação de Programas:
    • Acompanham e avaliam os programas implementados nas escolas, garantindo que estes alcancem seus objetivos preventivos e promovam melhorias contínuas.

Impacto na Comunidade Escolar

A inclusão de assistentes sociais no ambiente escolar, através do Programa Ouvir e Acolher, traz inúmeros benefícios para a comunidade escolar. Eles não apenas ajudam a criar um ambiente educacional mais inclusivo e equitativo, mas também trabalham para fortalecer o vínculo entre a escola e a comunidade, promovendo um espaço onde todos possam prosperar.

Com essa iniciativa, o Estado de Goiás demonstra um compromisso sério com a promoção da justiça social e do bem-estar integral de seus estudantes, garantindo que todos tenham a oportunidade de desenvolver seu potencial máximo em um ambiente acolhedor e suportivo.

O Programa Ouvir e Acolher representa um investimento fundamental na educação pública de Goiás. Ao garantir o bem-estar psicossocial de toda a comunidade escolar, o programa contribui para a criação de um ambiente educacional propício ao aprendizado, à inclusão e à formação de cidadãos conscientes e críticos.

Conclusão

O Programa Ouvir e Acolher representa um marco significativo na promoção de um ambiente educacional inclusivo e acolhedor no Estado de Goiás. Ao integrar psicólogos escolares e assistentes sociais nas unidades educacionais, o programa não apenas atende às exigências legais, mas também implementa uma abordagem multidisciplinar que beneficia toda a comunidade escolar. Os psicólogos escolares atuam como mediadores e interventores, apoiando administradores, professores, alunos e suas famílias, enquanto os assistentes sociais oferecem suporte psicossocial, promovem a justiça social e fortalecem os vínculos comunitários.

Com estas iniciativas, o Programa Ouvir e Acolher assegura que as escolas sejam espaços de desenvolvimento integral, onde cada indivíduo recebe o apoio necessário para prosperar academicamente, emocionalmente e socialmente. Ao focar no bem-estar de todos os membros da comunidade escolar, o programa reafirma o compromisso do Estado de Goiás com a educação de qualidade e a equidade social, criando bases sólidas para um futuro mais justo e inclusivo.

 

Ouvidoria

0800 000 3026

INSTITUTO HORTENSE

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

3UP Full Tech 2021 / Criado com por 3UP Marketing Digital (34) 3215.1804